A Conhecer

Uma montanha mágica.

 

À SERRA DA ESTRELA os romanos deram o nome de ‘Herminius mons’ - ‘Os Montes de Hermes’, o filho de Zeus. Os pastores, que há séculos a percorrem para dela tirar uma riqueza única - o pasto que alimenta as ovelhas bordaleiras - ainda por vezes se referem à Serra como Montes Hermínios.

serradaestrela.info

A Serra da Estrela é um destino turístico rural de verão, de neve no Inverno. O  Turismo da Serra da Estrela oferece-lhe uma das melhores ofertas de alojamentos na serra da estrela e na sua área de turismo.

A Serra da Estrela insere-se em seis municípios: Guarda, Manteigas, Gouveia, Seia, Celorico da Beira e Covilhã, todos situados no distrito da Guarda exceto o último referido, que pertence ao distrito de Castelo Branco. Toda a região - e os seus municípios - possuem uma beleza natural e paisagística, com grande interesse turístico, antropológico e histórico. 

A Serra da Estrela na sua imensidão propícia mistérios e encantos vários. Porta aberta ao fascínio e aos segredos da arqueologia que nasce na pré-história, segue os passos das legiões de Roma e repousa nas necrópoles medievais. Tudo assente em granito, numa paisagem sempre verde e cheia de sabor legítimo como o Queijo da Serra da Estrela, os enchidos e o Vinho do Dão, também eles nobres descendentes dos mais antigos alimentos do Homem.

No Inverno a prática de desportos de neve na estância de ski das Penhas Douradas reúne um maior número de adeptos, mas em qualquer estação do ano, a Serra da Estrela possui um conjunto de atrativos muito fortes. Tem paisagens de cortar a respiração, praias fluviais, percursos para: ciclismo, trekking, btt, off road, montanhismo, trilhos realizáveis em todo-o-terreno e estradas e caminhos transitáveis por qualquer veículo. A oferta turística é variada, desde o campismo de montanha ao eco resort e turismo rural, bem como diversificada hotelaria de muita qualidade. Contrastando com a rudeza da paisagem e do clima, as pessoas são muito afáveis e prestáveis.

Para além de localizações mais conhecidas é conveniente acrescentar que a serra se estende desde o sul de Seia até à zona sul de Celorico da Beira, num eixo orientado de SO-NE. Abrangendo por isso um território vastíssimo - sendo mesmo a maior área protegida de Portugal - abarcando um património natural e humanizado de extraordinária riqueza. Embora o turismo se centre essencialmente nos municípios de Seia, Covilhã, Manteigas e Gouveia, a realidade é que esse território não constitui a totalidade do Parque Natural da Serra da Estrela. As entidades locais encetaram diversos esforços para diversificar os destinos turísticos para lá da zona da Torre e da época de neve.

Os habitantes e conhecedores consideram mesmo que a Serra tem também uma beleza digna de nota nas demais épocas do ano - com especial destaque para o Outono - e para além do planalto da Torre, onde a paisagem desolada dos cervunais (comunidades herbáceas) pouco pode oferecer. O verdadeiro conhecedor da Serra sabe que existem mais atractivos nas demais encostas e picos da serra e nas suas povoações típicas. Para usufruir das mesmas o turista deve despender de um pouco mais de tempo e de planificação prévia e possuir espírito de aventura.

Não deixe de…